Referência nacional no cuidado feminino, Hospital da Mulher celebra mês dedicado à mulher

Home » EM DESTAQUE » Referência nacional no cuidado feminino, Hospital da Mulher celebra mês dedicado à mulher
Esta postagem foi publicada em 5 de março de 2021

A saúde feminina requer cuidados específicos. Especialmente no mês dedicado ao Dia da Mulher, a existência de uma unidade de saúde inteiramente voltada aos cuidados da saúde feminina, como é o caso do Hospital da Mulher, em Salvador, é motivo de celebração para as mulheres baianas.

Considerado o maior hospital do Brasil dedicado às doenças do aparelho reprodutor feminino e vencedor do Prêmio Dr. Pinotti (2019), o Hospital da Mulher oferta desde o diagnóstico ao tratamento das mais diversas doenças através de serviços como os de mastologia, oncoginecologia, cirurgia plástica, planejamento familiar, cirurgia geral e reprodução humana/endometriose.

Ao longo do Mês da Mulher, o Hospital desenvolve programação especial para as pacientes e colaboradoras, com a realização de salas de espera sobre a saúde feminina, momentos de musicoterapia e distribuição de lembrancinhas. “Fico feliz e honrada de poder participar e de ter um hospital como esse para cuidar de mim”, revela a paciente Aline Ferreira, de 27 anos.

Desde a inauguração da unidade, em 2017, já foram realizados mais de 700 mil atendimentos médicos e multidisciplinares, além de mais de 32 mil cirurgias. O Serviço de Oncologia Clínica, criado em 2018, já realizou mais de 14 mil atendimentos.

Além de alta tecnologia e corpo profissional especializado, o Hospital da Mulher também conta com um serviço para o cuidado de mulheres que foram expostas à violência sexual, o Serviço AME, responsável por mais de 700 acompanhamentos médicos e psicossociais a mulheres e adolescentes a partir de 12 anos.

“Desenvolvemos processos de melhoria contínua para que a experiência da paciente esteja em concordância ao atendimento de suas expectativas. Por isso, nos preocupamos com a sua chegada, o acesso ao serviço, seu bem-estar, apoio ao núcleo social em que está inserida e a qualidade do diagnóstico e tratamento no tempo de sua permanência em nossa unidade”, assegura a diretora administrativa do HM, Avana Cavalcante.

“Além disso, desde a sua criação, o Hospital da Mulher desenvolve ações estratégicas de combate ao preconceito, ao sexismo e de luta permanente contra o machismo e feminicídio. Lutamos incansavelmente para a liberdade de expressão e acesso igualitário na sociedade, por isso, o Hospital da Mulher representa uma vitória para todas as mulheres baianas”, concluiu.