Paciente puérpera internada por Covid-19 vê a filha pela primeira vez em ação de humanização do HPEL

Home » EM DESTAQUE » Paciente puérpera internada por Covid-19 vê a filha pela primeira vez em ação de humanização do HPEL
Esta postagem foi publicada em 23 de abril de 2021

Sentir os filhos nos braços, sobretudo pela primeira vez, representa emoção indescritível para as novas mães. Impossibilitada deste gesto devido à Covid-19, a paciente Taiane Silva foi surpreendida pela Comissão de Humanização do Hospital Professor Eládio Lasserre (HPEL), em Salvador.

A equipe lançou mão de cartazes e vídeo chamadas para aproximar mãe e filha recém-nascida. “Como ela não teve oportunidade de conhecer a filha na maternidade, fizemos cartazes com as fotos da filha dela, para ela lembrar que fora do hospital tinha uma filha aguardando a mãe. Foi extremamente emocionante ver que, através de ligações e fotos que mostrávamos, a mesma resgatava forças para superar o momento de internação”, contou a enfermeira Márjorie Lavínia, idealizadora da ação.

Enquanto esteve internada, Taiane contou com assistência multiprofissional. “Eu sou muito grata a vocês! Minha filha ficou nas mãos uma equipe muito boa e Deus deu sabedoria aos médicos para lidarem com a situação dela”, relatou a mãe de Taiane, Elisinalva Silva.

De acordo com o coordenador médico Lucas Souza, a paciente Taiane teve êxito na recuperação e já recebeu alta. Para a fisioterapeuta Ana Paula Freitas, ficou a sensação de dever cumprido. “Estivemos todos juntos em prol da sua recuperação e a sua tão sonhada alta chegou, nos dando muita alegria e a satisfação do dever cumprido”, concluiu.