Hospital Eládio Lasserre beneficia pacientes através de procedimentos cirúrgicos com técnicas inovadoras

Home » EM DESTAQUE » Hospital Eládio Lasserre beneficia pacientes através de procedimentos cirúrgicos com técnicas inovadoras
Esta postagem foi publicada em 13 de agosto de 2018

Pacientes do Hospital Professor Eládio Lasserre, localizado em Cajazeiras, um dos bairros mais populosos de Salvador, agora podem ser submetidos a cirurgias por vídeo, conhecidas, em termos técnicos como videolaparoscopia.
Conforme o médico Rafael Ferraz, a utilização da técnica oferece diversos benefícios ao paciente. Entre eles, estão a redução do risco de complicações, a redução da permanência no hospital, a possibilidade de uma recuperação mais rápida e redução da dor durante o período pós-operatório.
“Na técnica convencional há uma necessidade de incisões maiores no procedimento cirúrgico. Já na técnica laparoscópica, fazemos pequenas incisões na parede abdominal, por onde se introduz uma aparelhagem e, através dela, conseguimos colocar o instrumental sem abrir o abdômen do paciente”, explica Ferraz.
Dona Osvaldina Santos Fonseca, 67 anos, ficou feliz em ser uma das primeiras pacientes a passarem pelo procedimento no hospital. “Eu não conhecia esse procedimento. Achei uma ótima iniciativa do Eládio!”, revelou.
Com uma média de 8 mil atendimentos por mês, o Hospital Eládio Lasserre desempenha um papel de destaque na saúde da capital baiana. “Temos um grande número de atendimentos e acolhemos, inclusive, pacientes de outros municípios”, salienta o diretor geral, Fábio Renan Oliveira.
Desde janeiro deste ano, já foram realizados, na unidade, 110 mil exames e procedimentos laboratoriais, 130 mil consultas médicas e de enfermagem, além de três mil cirurgias.
Entre as especialidades ofertadas pelo hospital, destacam-se clínica médica, cirurgia geral e ortopedia. A unidade também vem agregando novos serviços, como explica o diretor médico da Unidade, Jean Veloso. “Estimamos que, em cerca de 60 dias, o hospital contará com um tomógrafo, que será muito importante para o aprimoramento dos diagnósticos clínicos e cirúrgicos”.