Hospital da Mulher realiza sessão científica prática sobre reconstrução mamária

Home » EM DESTAQUE » Hospital da Mulher realiza sessão científica prática sobre reconstrução mamária
Esta postagem foi publicada em 3 de maio de 2021

O Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos promoveu, nesta segunda-feira (03), sessão científica prática acerca dos procedimentos de mastectomia e reconstrução mamária oncológica.  

O momento faz parte da programação científica promovida pelo Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital da Mulher, o qual também realiza, mensalmente, sessões teóricas relacionadas à área.

O momento contou com a expertise do cirurgião plástico convidado Marcelo Sampaio, especialista integrante do Hospital Sírio-Libanês. “O Hospital da Mulher tem a vocação de fazer com que tudo funcione da forma correta, que permite tratar um câncer, reconstruir, simetrizar, permitindo o tratamento oncológico completo”, destacou o profissional sobre a qualidade técnica da unidade.

A sessão prática pôde ser acompanhada in loco e também por profissionais de outros estados, através de transmissão via internet realizada com o apoio da Faculdade Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

“Fico feliz e orgulhoso por ser baiano, por conhecer essa estrutura e por ter a notícia de que, nesses quatro anos, o grupo de cirurgia plástica já reconstruiu mais de 2.000 mulheres com extrema qualidade, dedicação e compromisso”, exclamou.

Todas as reconstruções mamárias realizadas na unidade são feitas pelo Serviço de Cirurgia Plástica. Mais de 4.500 procedimentos cirúrgicos específicos da mama foram realizados desde a inauguração do Hospital da Mulher, em 2017, até o ano de 2020, em parceria entre os Serviços de Mastologia e Cirurgia Plástica.

De acordo com o coordenador de Cirurgia Plástica, Guilherme Queiroz, as sessões científicas representam grande importância para o corpo profissional. “Além das sessões práticas, discutimos casos complexos, destrinchamos artigos científicos; Isso tudo no sentido de termos um aprimoramento cada vez maior do serviço”, concluiu.