Homenagem a mulheres marca primeiras semanas de atendimento do Hospital da Mulher

Home » NOTÍCIAS » Homenagem a mulheres marca primeiras semanas de atendimento do Hospital da Mulher
Esta postagem foi publicada em 26 de dezembro de 2017

Diversas mulheres que prestaram relevantes serviços em prol da população baiana foram homenageadas nesta terça-feira (31) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). O reconhecimento marcou as primeiras semanas de funcionamento do Hospital da Mulher, inaugurado no dia 9 de janeiro, em Salvador. A homenagem ocorreu na sede da Sesab, no Centro Administrativo, em Salvador.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, entregou às homenageadas placas ressaltando a importância das contribuições à saúde pública e às diversas áreas de interesse da sociedade. “Essa é uma reunião para mostrar a admiração que temos ao trabalho de cada uma”, disse Vilas-Boas, que ainda fez uma exposição sobre o Hospital da Mulher. “É uma unidade que passou a suprir uma demanda que não era atendida. É um hospital que vem atender à saúde integral das mulheres”, afirmou.

Uma das homenageadas foi a superintendente das Obras Assistenciais de Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Lopes Pontes. Ela afirmou que o Hospital da Mulher já está inspirando novos projetos na OSID. “Sempre buscamos trabalhar juntos”, falou ela. A presidente do Conselho Regional de Medicina da Bahia, Tereza Cristina Maltez, também homenageada, destacou que o espaço do hospital é acolhedor.

Rosina Bahia, presidente de honra da Liga Álvaro Bahia Contra Mortalidade Infantil, afirmou se sentir muito honrada em receber a homenagem. “É um papel muito importante trabalhar pela população. Mais que uma homenagem a mim, é uma homenagem “à instituição que trabalho”, disse ela.

Foram homenageadas também a deputada estadual e presidente da Comissão de Mulheres da Assembleia Legislativa, Fabíola Mansur, a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Maria do Socorro Santiago, a médica oncologista Gildete Lessa, as servidoras da Sesab Janete Paiva e Inês Nascimento, e Márcia Alencar, que já foi presidente das Voluntárias Sociais da Bahia.