Com programação educativa, Hospital Eládio Lasserre encerra ações do Setembro Amarelo

Home » EM DESTAQUE » Com programação educativa, Hospital Eládio Lasserre encerra ações do Setembro Amarelo
Esta postagem foi publicada em 2 de outubro de 2018

Profissionais de saúde, pacientes e visitantes do Hospital Professor Eládio Lasserre (HPEL), localizado no bairro de Cajazeiras, em Salvador, participaram, na última semana, do encerramento das ações voltadas ao Setembro Amarelo, campanha cujo objetivo é prevenir e conscientizar a população sobre o suicídio.
Organizada pela Comissão de Humanização da unidade, a programação contou com ações como a palestra ‘O que saber sobre suicídio’, mediada pelo coordenador de enfermagem da emergência do HPEL, Gabriel Oliveira, e o debate de pontos relevantes para a assistência integralizada à pessoa com tentativa ou intenção suicida, mediado pela psicóloga da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Marília Sena.
Durante a programação, foram discutidos fatores como a identificação de sinais, oferta e busca por ajuda.“Este ato é um marco na pactuação do hospital com o movimento mundial de prevenção ao suicídio”, pontuou Gabriel Oliveira.
De acordo com a psicóloga Marília Sena, é de extrema importância que as informações passadas circulem entre a população para que seja possível criar uma cultura de psicoeducação e acolhimento às pessoas em risco de suicídio e sua rede de apoio.“Por isso abordamos temas como a identificação da vulnerabilidade – social, biológica, econômica ou psicológica -, além dos mitos e a assistência integral terem sido reforçados e pontuados como fundamentais para prevenção e posvenção no cuidado à pessoa e seus familiares”, explica a psicóloga.
“O hospital possui um papel fundamental na rede institucional, sendo parceiro dos locais de referência e tratamento de pessoas em emergência psíquica. Precisamos falar sobre suicídio para salvarmos vidas!”, concluiu Marília.